Notícias :: Cultura

Home > Notícias > Cultura

Videodança Corpo Onírico tem pré-estreia no Centro Cultural Brasil-Alemanha (CCBA) - Recife, na próxima terça-feira (14/06)


Em evento presencial na próxima terça-feira (14/06), a partir das 18:30h, no Centro Cultural Brasil-Alemanha (CCBA) do Recife, a videodança Corpo Onírico terá a sua pré-estreia com duas exibições abertas ao público. A produção audiovisual tem roteiro e direção da artista de dança Marina Mahmood e direção de fotografia de Alexandre Salomão.


Foto: Alexandre Salomão

 

Em evento presencial na próxima terça-feira (14/06), a partir das 18:30h, no Centro Cultural Brasil-Alemanha (CCBA) do Recife, a videodança Corpo Onírico terá a sua pré-estreia com duas exibições abertas ao público. A produção audiovisual tem roteiro e direção da artista de dança Marina Mahmood e direção de fotografia de Alexandre Salomão.
 
Cursos de Inverno – CCBA oferece cursos (super)intensivos de alemão em julho para iniciantes e níveis básicos
 
Além das sessões de cinema, uma delas com audiodescrição, o evento contará com exposição de fotos e vídeos, performance e roda de conversa com participação da equipe de produção da obra audiovisual. A videodança é fruto de uma pesquisa que foi iniciada no ano de 2019 com o financiamento do Fundo de Incentivo à Cultura de Pernambuco (Funcultura) e apoio do Centro Cultural Brasil-Alemanha (CCBA). O evento também será um ponto de arrecadação de doações para as vítimas das chuvas que atingiram Pernambuco.  
 
A videodança Corpo Onírico incita o questionamento sobre como os corpos - individuais e coletivos – podem se nutrir de experiências mais diretas com a natureza interior (os instintos, a intuição e a energia vital) e como resgatar essa experiência pela criação de cenas oníricas nas paisagens. A história fala de uma mulher que busca expandir a sua natureza porque não pode mais contê-la. Seu corpo quer habitar os sonhos, dançar nas paisagens e ser só essência. Na Ponte de Ferro, no Centro do Recife, ela encontra um arco de fogo que a transporta ao mundo sutil. Lá, ela descobre a potência ao dançar com outros seres, conectadas aos elementos da natureza.
 

Foto: Alexandre Salomão
 
“A ideia do projeto seria criar uma videodança em que o espectador se visse imerso nas sensações provocadas pela interação das linguagens, numa espécie de sinestesia que apura os sentidos corporais para além do meramente visual”, explica a diretora, roteirista e também artista da dança que compõe o elenco do filme Marina Mahmood.  Ela complementa que para que a equipe se encontrasse na essência do filme foram realizados "laboratórios entre linguagens", quando cada um dos integrantes da pesquisa se deixou contaminar pela linguagem do outro, contribuindo para a construção das sensações previstas no roteiro, como liberdade, transe, potência, amor, feminino, cuidado, inocência.
Essas experiências iniciais foram orientadas por Taína e Lau Veríssimo, do grupo Totem (em atividade na cena cultural pernambucana desde 1988). Após essa primeira etapa, o coletivo da videodança Corpo Onírico, formado pelas dançarinas Marina Mahmood, Klarissa Faye, Maria Miranda, pelo músico Iezu kaeru e pelo fotógrafo Alexandre Salomão, seguiu aperfeiçoando as descobertas até a finalização do filme.
 
Campanha de doações para vítimas das chuvas – Fortalecendo a rede de apoio e de solidariedade às vítimas das fortes chuvas que atingiram cidades da Região Metropolitana do Recife (RMR) e também da Zona da Mata de Pernambuco, o Centro Cultural Brasil-Alemanha (CCBA) do Recife, onde ocorrerá a pré-estreia da videodança Corpo Onírico, será um ponto de arrecadação de mantimentos. O acesso ao evento é gratuito, mas a equipe de artistas está estimulando o público que irá prestigiar a obra a ajudar doando alimentos não perecíveis, água, materiais de higiene e limpeza, roupas e lençóis. Os insumos recebidos no local serão direcionados para as famílias que foram afetadas pelo fenômeno natural e pela falta de medidas de prevenção nessas áreas de risco por parte dos municípios e Estado. 
 
 

Saiba Mais