David Beltrão, primeiro contemplado da Bolsa Georg Marcgrave, fala sobre pesquisa na Alemanha | CCBA

Notícias :: Intercâmbio

Home > Notícias > Intercâmbio

David Beltrão, primeiro contemplado da Bolsa Georg Marcgrave, fala sobre pesquisa na Alemanha


Aluno do Programa de Pós-Graduação em Ciências Políticas na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) realizou parte de suas pesquisas na Saxônia com apoio do CCBA

O doutorando David Beltrão compartilha suas experiências como pesquisador na Alemanha durante o Kulturforum desta segunda-feira (11/11), que segue o tema Desafios e Cooperações em Políticas Ambientais na Saxonia e em Pernambuco. O aluno do Programa de Pós-Graduação em Ciências Políticas na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) foi o primeiro contemplado com a Bolsa Georg Marcgrave, lançada pelo Centro Cultural Brasil-Alemanha (CCBA). Conversamos com ele sobre o tema do encontro desta noite, que começa às 19h e é aberto ao público.
 
Aspectos gerais da energiewende na Saxônia e a crise ambiental no Brasil são temas contemplados na conversa. "Vou apresentar os dados e projetos sobre política ambiental que me foram apresentados na Alemanha. Dos mais baratos e simples, como o RADar, um aplicativo online que avalia as ciclofaixas e ciclovias das cidades, permitindo o contato entre prefeitura e ciclistas, até os mais complexos, como a implementação de carregadores de carros elétricos nas cidades alemãs e seus diferentes sistemas. Eu realmente espero ajudar outros pesquisadores com as inovações e problemas que a Alemanha anda encontrando nessa revolução chamada Energiewende. Alguns são facilmente aplicáveis no Brasil, basta um mínimo de esforço, mas outros dependem de maior esforço", comenta David Beltrão.
 
Durante a estadia na região da Saxônia, em setembro, David Beltrão conversou com membros do governo, universidade e sociedade civil. "A pauta das conversas tinha uma estrutura pré-formada, dada a natureza da minha pesquisa, mas variavam de acordo com o entrevistado e o conhecimento que esse tinha sobre o problema. Foi a minha primeira vez como entrevistador, uma experiência bastante interessante e assustadora", lembra o doutorando.
 
Entre representantes do governo alemão, o brasileiro conversou com Andreas Völlings, do Ministério da Agricultura e Meio Ambiente da Saxônia. Ele também conheceu o Leibniz Institut für ökologische Raumentwicklung (IöR). "No IöR, os projetos pesquisados eram simplesmente fantásticos. Desde um projeto de avaliação de todos os prédios de Dresden sobre a capacidade de reciclagem de concreto e vidro para construções futuras até os impactos do aquecimento global nos edifícios da cidade, tudo nos impressionava", conta o pesquisador.
 
"Essa pesquisa na Alemanha abriu os meus olhos ainda mais para os problemas ambientais. O impacto na minha vida foi muto grande. Por exemplo, como pesquiso os projetos de cooperação do Brasil na África, penso em redirecionar o meu trabalho ou até escrever um artigo com a temática ambiental nesses projetos. Também me impactou ver como várias organizações representativas, como a Ökölowe, começaram com 5 pessoas há 30 anos e hoje conseguem fazer advocacy em órgãos estatais", avalia David Beltrão.
 

BOLSA GEORG MARCGRAVE

 
O CCBA instituiu a Bolsa Georg Marcgrave - Diálogos Internacionais em Políticas e Projetos Socioambientais por considerar que um dos maiores desafios mundiais na atualidade é a implementação de políticas e projetos socioambientais que contribuem para a mitigação das mudanças climáticas, a proteção da biodiversidade e o desenvolvimento sustentável.
 
O objetivo do programa é estimular diálogos e cooperações entre atores públicos e da sociedade civil a partir do protagonismo estudantil. Para concorrer, era preciso ter nacionalidade brasileira e residir em Pernambuco, entre outros requisitos (confira os detalhes no edital). 
 
A Bolsa Georg Marcgrave inclui passagem área, seguro saúde, hospedagem em Leipzig e apoio de R$ 2,5 mil para alimentação e transportes locais, além do já citado apoio na elaboração da programação de entrevistas. Após a viagem, David Beltrão fará um relato de sua visita em evento aberto ao público. O encontro está previsto para o mês de novembro, no CCBA.
 
O naturalista Georg Marcgrave (1610, Liebstadt – 1644, Angola) nasceu e iniciou seus estudos na Saxônia. No século 17, o pesquisador fez registros da fauna e flora brasileiras, mapeamentos do litoral do Nordeste e observações astronômicas e meteorológicas sistemáticas em Pernambuco.