Doutorando contemplado com Bolsa Georg Marcgrave inicia pesquisa na Alemanha | CCBA

Notícias :: Intercâmbio

Home > Notícias > Intercâmbio

Doutorando contemplado com Bolsa Georg Marcgrave inicia pesquisa na Alemanha


David Beltrão (UFPE) é o primeiro estudante a embarcar na viagem de estudos proporcionada pelo Centro Cultural Brasil-Alemanha (CCBA)

Texto: Eugênia Bezerra
Foto: Acervo pessoal
 
O doutorando David Beltrão (UFPE) realiza, em Leipzig e na região da Saxônia (Estados da Saxônia e Saxônia-Anhalt), uma pesquisa sobre desafios ecológicos e políticas ambientais proposta pelo Centro Cultural Brasil-Alemanha (CCBA). Isso porque o estudante é o primeiro contemplado com a Bolsa Georg Marcgrave – Diálogos Internacionais em Políticas e Projetos Ambientais, instituída pelo CCBA em 2018.
 
"Quando foi anunciada a Bolsa Georg Marcgrave, minhas expectativas estavam relacionadas às perspectivas de diferentes atores na percepção sobre a política socioambiental", lembra Davi Beltrão, que é aluno do Programa de Pós-Graduação em Ciências Políticas na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).
 
"Como estudo cooperação internacional, a existência de diferentes atores influencia diretamente o impacto dos projetos. A Bolsa Georg Marcgrave, portanto, me proporcionaria essa possibilidade. Além disso, poder entrevistá-los é um exercício muito interessante, haja vista que saio um pouco da teoria e dos trabalhos empíricos em casa", continua o doutorando.
 
David Beltrão chegou a Leipzig na quinta-feira (19/9) e, no dia seguinte, iniciou a agenda de entrevistas e visitas na região. A programação, que inclui universidades, instituições, ONGs, agentes públicos e da sociedade civil, foi elaborada previamente com o apoio do diretor do CCBA, Christoph Ostendorf.
 
"Ainda falta a confirmação de algumas entrevistas, mas o que temos já é suficiente para uma boa observação das perspectivas da região em política ambiental. A Alemanha encontra-se em um ponto de inflexão em energia ambiental, haja vista que a Energiewende (substituição da energia nuclear por energias alternativas) mudará os rumos da política ambiental e energética desse país. Dentro desse processo, os municípios terão um protagonismo que não existia antes. É muito interessante observar os atores em um momento como esse", afirma o doutorando.
 

PESQUISA

 

David Beltrão explica que a dissertação de mestrado dele foi uma revisão dos determinantes da cooperação Brasil-África entre 2003 e 2010. "Eu fiz isso com o Método Comparativo Qualitativo (FsQCA), a fim de analisar os fatores que influenciariam o estabelecimento desses projetos de cooperação", explica.
 
"No doutorado, por meio dos resultados da minha dissertação, pretendo observar o processo de difusão de projetos de cooperação brasileira dos países africanos de língua portuguesa para outros estados africanos. O título é 'Cooperação brasileira na África: países africanos de língua portuguesa e difusão de projetos de cooperação (1995-2014)'. Estou interessado em Economia Política e, especificamente, na dinâmica da Cooperação Sul-Sul. Também estou interessado, mas não é o meu campo de pesquisa, no recente retrocesso democrático em todo o mundo", destaca o doutorando.
 

BOLSA GEORG MARCGRAVE

 

O CCBA instituiu a Bolsa Georg Marcgrave - Diálogos Internacionais em Políticas e Projetos Socioambientais por considerar que um dos maiores desafios mundiais na atualidade é a implementação de políticas e projetos socioambientais que contribuem para a mitigação das mudanças climáticas, a proteção da biodiversidade e o desenvolvimento sustentável.
 
O objetivo do programa é estimular diálogos e cooperações entre atores públicos e da sociedade civil a partir do protagonismo estudantil. Para concorrer, era preciso ter nacionalidade brasileira e residir em Pernambuco, entre outros requisitos (confira os detalhes no edital).
 
A Bolsa Georg Marcgrave inclui passagem área, seguro saúde, hospedagem em Leipzig e apoio de R$ 2,5 mil para alimentação e transportes locais, além do já citado apoio na elaboração da programação de entrevistas. Após a viagem, David Beltrão fará um relato de sua visita em evento aberto ao público. O encontro está previsto para o mês de novembro, no CCBA.
 
O naturalista Georg Marcgrave (1610, Liebstadt – 1644, Angola) nasceu e iniciou seus estudos na Saxônia. No século 17, o pesquisador fez registros da fauna e flora brasileiras, mapeamentos do litoral do Nordeste e observações astronômicas e meteorológicas sistemáticas em Pernambuco