Notícias :: Cultura

Home > Notícias > Cultura

Panorama da Animação Alemã no Recife


CCBA recebe 1 a 5 de setembro mostra de filmes no Panorama da Animação Alemã, com destaque para exposição de Lotte Reiniger, alemã considerada protagonista mais criativa da animações do século XX.

CLIQUE PARA AMPLIARDurante 1 a 5 de setembro, o Centro Cultural Brasil-Alemanha (CCBA) irá se tornar a casa da vanguarda da animação alemã no Recife. Na próxima segunda (1/9) terá abertura da mostra “Panorama da Animação Alemã”, sob a curadoria do jornalista e crítico de cinema André Dib. Dentro da mostra, haverá um espaço dedicado para a exposição da alemã “Lotte Reiniger: Pioneira da animação”, a primeira mulher a destacar-se na arte da animação, narrando fábulas e lendas de forma surpreendente, em cores e sombras.

Na abertura do evento será exibido o documentário “Dança das sombras” (60 min., 2012), que fala sobre importância da pioneira alemã. Após a exibição, haverá o Kulturforum (debate) com a participação de André Dib, Gabi Saegesser,cineasta especializada em animação stop motion, e Carla Francine, coordenadora de cinema da Secult / Fundarpe.O público poderá participar gratuitamente da mostra que acontece no CCBA, localizada na rua do Sossego, nº 364, no bairro da Boa Vista.

Lotte Reiniger e sua técnica animação com silhuetas / Foto: Divulgação ©

MOSTRA - Durante cinco dias, serão exibidos, além do documentário, curtas e longas da vanguarda da animação alemã. Entre eles estão: "Doutor Doolittle e seus animais" (Lotte Reiniger, 25 min., 1928), que reúne os três episódios: “Die Reisenach Afrika” (Viagem à África), “Die Affenbrucke” (A ponte dos macacos) e “Abenteuer: Die Affenkrankheit” (A doença dos macacos). Também será apresentado "Da dança dos cigarros aos alces, que aborda a participação da animação alemã na publicidade e videoclipes.

Cena do longa-metragem "As aventuras do príncipe Achmed" de Lotte Reiniger / Foto: Divulgação ©

Além desses, será exibido o longa "A conferência dos animais" (Die Konferenz der Tiere, 95 min., 1969), de Curt Linda, que fala sobre a atitude de animais salvos do circo em busca pela paz com os homens. Para o fechamento do panorama na sexta-feira (5/9), será exibido "Curtas do Núcleo de animação da HFF “Konrad Wolf” (73 min, 2009-11), da maior e mais antiga instituição de ensino de cinema na Alemanha. Os filmes serão exibidos sempre às 19h. Todos os filmes são em alemão, mas com legendas em português. Veja a PROGRAMAÇÃO.

EXPOSIÇÃO - Charlotte Reiniger nasceu em Berlim e começou no cinema aos 16 anos. Seu primeiro filme foi "Das Ornament des verliebten Herzens" (1919). Ela foi a primeira mulher a destacar-se na arte da animação. Utilizando temas populares de óperas clássicas, lendas orientais e contos de fadas, ela realizou mais de quarenta filmes. A exposição “Lotte Reiniger: Pioneira da animação” conta com textos contando a biografia da alemã, imagens dos principais trabalhos e além fotos da artista em ação desenvolvendo sua técnica de ilustrações e silhuetas. A exposição que chega ao Recife é uma parceria do CCBA, do Goethe Institut e do Stadmuseum Tübingen. No mês de agosto, a mesma exposição esteve presente no Festival de Cinema de Triunfo. A visitação é aberta ao público de 2ª a 6ª-feira, das 14h às 20h.

SERVIÇO

Mostra "Panorama da Animação Alemã" - destaque para exposição “Lotte Reiniger: Pioneira da animação”

Local: CCBA – Centro Cultural Brasil-Alemanha - Rua do Sossego, 364 – Boa Vista, Recife
Abertura: Abertura: 1º setembro 2014 (segunda), às 19h30
Visitação: 01 a 05 de setembro - terça a sexta, das 14h às 20h.
Mostra de filmes e curtas: VER PROGRAMAÇÃO ABAIXO

 

PROGRAMAÇÃO
Mostra Panorama da Animação Alemã
Curadoria: André Dib | Horário das exibições: 19h

Segunda-feira – 1º de setembro

Dança das sombras, de Susanne Marschall, RadaBieberstein e Kurt Schneider (60 min., 2012)

LotteReiniger não apenas é a primeira mulher a dirigir filmes de animação, como é responsável pelo primeiro longa-metragem de animação, “As aventuras do Príncipe Ahmed”. Este documentário foi criado no Instituto de Estudos de Mídia na Universidade EberhardKarls, em Tübingen, em colaboração com o Museu da Cidade de Tübingen, em torno da redescoberta cinematográfica desta grande artista do cinema.

Terça-feira – 2 de setembro

Doutor Doolittle e seus animais (Doktor Dolittle und seine Tiere, 25 min., 1928).

Lotte Reiniger conhecia o escritor inglês Hugh Lofting e adorava suas histórias com ilustrações e desenhos. A jovem animadora de silhuetas planejava uma série com Doutor Doolittle, mas não conseguiu financiar este corajoso projeto no final dos anos 1920. Aqui estão reunidas os três episódios disponíveis: “Die ReisenachAfrika” (Viagem à África), “Die Affenbrucke” (A ponte dos macacos) e “Abenteuer: Die Affenkrankheit” (A doença dos macacos).

Vanguarda da animação - O cinema de animação na Alemanha dos anos 1920 e 30 (Animierte Avantgarde, 68 min., 1921 ~ 1935)

Marcados pela liberdade artística e de experimentação, os filmes de animação produzidos durante a República de Weimar são parcialmente responsáveis pela reputação da Alemanha no cinema mundial. As inovações não dizem respeito somente ao campo visual mas também no uso do som e da música.

- Rhythmus 21 (1921-1923, Hans Richter)
- Opus 2 (1921, Walther Ruttmann)
- SymphonieDiagonale (1921-1925, Viking Eggeling)
- TönendeHandschrift 1, 2 und 3 (1932, Rudolf Pfenninger)
- L`idèe (1932, BertholdBartosch)
- Carmen (1933, LotteReininger)

Quarta-feira – 3 de setembro

A conferência dos animais (Die Konferenz der Tiere, 95 min., 1969), de Curt Linda.

Com os homens incapazes de viver em paz, animais salvos de um circo convocam uma conferência. Crianças são convidados de honra, com quem se preocupam. Quando o apelo à paz é ignorado, os animais resolvem tomar uma atitude, até que os governantes voltem a razão. Erich Kästner escreveu esta fábula no ano de 1949 sob a impressão da Segunda Guerra Mundial.

Quinta-feira – 4 de setembro

Da dança dos cigarros aos alces - O filme de animação alemão na publicidade e videoclipes (Von Tanzenden Zigaretten Und Elchen - Der deutsche Animationsfilm in Werbung und Musikvideo, 129 min, 1909 ~ 2006)

Pequenos comerciais e clipes musicais de animação. Pode-se conhecer, também, um pouco da história alemã através desses vídeos, em determinado período, pode-se ver as peças que foram produzidos tanto para a DDR e a BRD.

Sexta-feira – 5 de setembro

Curtas do Núcleo de animação da HFF “Konrad Wolf” (73 min, 2009-11)

 

- Never drive a carwhenyou’redead, de Gregor Dashuber
- Repitu, de Jana Richtmeyer
- Arachmaninoff, de René Lange
- Hinterland, de Jost Althoff e Jakob Wayde
- Froschwetter, de Pauline Kortmann
- Flamingo Pride, de Tomer Eshed
- Wandernd Haus Voll Vogelwasser, de Veronika Samartseva
- Lokomoschine, de Ulrike Schulz e Nikolai Neumetzler
- Der Wechselbalg, de Maria Steinmetz
- Weiss Kein Weiss, de Samo

Exposição - "Lotte Reiniger: pioneira da animação"

 

Charlotte Reiniger nasceu em Berlim em 2 de junho de 1899. Desde criança demonstrou habilidade em recortar figuras em papel e animá-las em “teatrinhos” feitos de caixa de papelão. Começou no cinema aos 16 anos, fazendo cartelas para os filmes fantásticos de Wegener. Seu primeiro filme, "Das Ornament des verliebten Herzens" (1919), foi feito com a técnica de animação de silhuetas que havia desenvolvido.

Lotte Reiniger foi a primeira mulher a destacar-se na arte da animação. Ela narra fábulas e lendas de forma surpreendente, em cores e sombras que se movem com a naturalidade dos seres vivos. A construção de cenários e ornamentos é outro ponto impressionante de uma obra que dá continuidade a tradições chinesas e indianas, que levaram ao teatro de silhuetas, consagrado nos séculos 18 e 19, antes do advento da fotografia.

Utilizando temas populares de óperas clássicas, lendas orientais e contos de fadas, ela realizou mais de quarenta filmes, além de ter sido colaboradora de Jean Renoir e Bertold Brecht. Como mostra o documentário "Dança das sombras", seu trabalho antecipa técnicas utilizadas décadas depois pelos estúdios Disney e seu poder de influência chega até a autores contemporâneos como o francês Michel Ocelot ("As Aventuras de Azur e Asmar" e "Contos da noite").

Durante três anos, ajudada por seu marido Koch e pelos animadores Walter Ruttmann, Bertolt Bartosch e Alex Kardan, confeccionou sua obra máxima: "As aventuras do príncipe Achmed", o primeiro filme de animação em longa-metragem da história. Adaptado de contos de "As mil e uma noites", o filme utilizava, além da animação de silhuetas, técnicas de animação em areia e cera cortada, desenvolvidas por Ruttmann, e inovou com uma câmera multiplana obtendo, com isso, um efeito tridimensional.